5 livros de empreendedorismo para conhecer agora mesmo

Engana-se quem acredita que empreender é uma tarefa simples e que requer apenas esforço e vontade. Na realidade, iniciar um negócio é uma missão complexa, repleta de desafios e que demanda, em diversos momentos, conhecimentos mais técnicos sobre o mercado, finanças e negócios, por exemplo.

Há diversas maneiras de o empreendedor aumentar as suas chances de sucesso nessa caminhada. Uma delas é a partir do aperfeiçoamento teórico, buscando cursos, informações e livros de empreendedorismo capazes de fornecer uma base de conhecimento mais sólida para utilizar nas diversas situações que surgirão antes, durante e depois de abrir o seu negócio.

Hoje, com a crescente onda do empreendedorismo e suas vertentes, há uma vasta literatura voltada para o tema. Livros de diferentes autores e com as mais variadas abordagens oferecem um rico acervo de informações, que preparam e antecipam você, empreendedor, para os desafios que certamente surgirão.

Quer empreender com mais segurança e técnica? Então, você precisa conferir os 5 livros de empreendedorismo que listamos para ajudar você a ir mais longe. Confira a seguir!

1. O lado difícil das situações difíceis: como constituir um negócio quando não existem respostas prontas

Essa é uma obra do autor Bem Horowitz — uma das mais importantes e experientes figuras do empreendedorismo no Vale do Silício. O livro conta a história de como Horowitz fundou, dirigiu, vendeu, comprou, geriu e investiu em diversas empresas de tecnologia, apresentando conselhos e insights práticos para ajudar empreendedores a solucionar os problemas mais difíceis relacionados ao universo dos negócios.

A obra aprofunda a temática de empreendimentos, mostrando a visão e os ensinamentos de quem já possui uma larga experiência no assunto. Sem dúvida, é uma das obras mais indicadas para quem quer iniciar a vida de empreendedor.

2. A Estratégia do Oceano Azul: como criar novos mercados e tornar a concorrência irrelevante

Escrito por W. Chan Kim e Renée Mauborgne, esta obra é uma das mais famosas no segmento de empreendedorismo. Foram mais de 3,6 milhões de exemplares vendidos, publicados em 44 idiomas, fazendo dela uma leitura de referência em organizações por todo o mundo.

É considerada leitura obrigatória para todo empreendedor disposto a atuar de forma estratégica no mercado, contornando os desafios gerados pela concorrência sob uma perspectiva diferenciada.

Os ensinamentos deste livro são construídos com base em uma metáfora criada pelos professores e autores do livro: o resultado de uma concorrência muito feroz é um “oceano vermelho sangrento”, cheio de rivais que competem entre si por uma parcela de lucros cada vez mais ínfima.

Baseando-se em um estudo de 150 movimentos estratégicos — os quais abarcam mais de 100 anos e 30 setores —, W. Chan Kim e Renée Mauborgne afirmam que o sucesso no mercado não decorre da disputa entre concorrentes, mas da criação de “oceanos azuis”, fazendo referência a novos e intocados espaços de mercado e com alto potencial para o crescimento.

A obra ainda traz uma abordagem sistemática para tornar a concorrência irrelevante, descrevendo os princípios e recursos que qualquer empresa pode utilizar para criar seus “oceanos azuis” e crescer no mercado.

3. Scrum: a arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo

Com foco na aplicação da metodologia Scrum, já consolidada e bastante aplicada, especialmente dentro das empresas, os autores Jeff Sutherland e J.J. Sutherland tratam sobre como desenvolver com mais eficácia o processo de liderança e gestão que está transformando a vida de pessoas e organizações em todo o mundo.

A obra descreve uma maneira mais ágil e produtiva de desenvolver atividades, desde as mais simples, como as da vida cotidiana, até tarefas mais complexas, voltadas para a gestão de negócio. Tudo gira em torno no Scrum, uma metodologia que prioriza os pontos mais essenciais de um projeto, dispensando rotinas adjacentes e que nada contribuem para os resultados.

Na realidade do empreendedor, sobretudo no estágio inicial do seu negócio, a abordagem Scrum ajuda otimizar ações, focando no essencial e no mais produtivo, garantindo um melhor aproveitamento do tempo, recursos e pessoal. Tudo para gerar melhores resultados.

4. Roube como um Artista: 10 dicas sobre criatividade

Escrito pelo designer e escritor Austin Kleon, essa obra pode ser considerada um verdadeiro manifesto de como ser criativo na era digital, estando na lista dos livros mais vendidos do The New York Times.

Baseado em uma palestra ministrada por Austin, na Universidade do Estado de Nova York, “Roube como um artista” desperta o lado criativo e artístico dos leitores, preparando-os, a partir de um manual prático, para serem inovadores e estratégicos na era da informação.

Por meio de mensagens positivas, ilustrações e exercícios, Austin apresenta caminhos para o leitor aflorar o seu lado criativo. Além disso, o autor ainda traz uma visão paradoxal e instigante sobre a criatividade, afirmando que nada é original e que se deve abraçar as influências, coletar novas ideias, misturar e reimaginar realidades para encontrar a próprio inspiração. Em outras palavras, ele mostra a importância das referências no processo criativo.

5. Rápido e devagar: duas formas de pensar

Do autor Daniel Kahneman, ganhador do Prêmio Nobel de Economia e um dos mais importantes pensadores da atualidade, essa obra traz uma visão inovadora e inquietante sobre o funcionamento da mente humana durante o processo de tomada de decisão.

No livro, o autor esclarece sobre as duas maneiras como são desenvolvidos o pensamento humano: o pensamento mais rápido, intuitivo e fortemente emocional, em contraponto ao pensamento mais lento, deliberativo e lógico.

A obra traz uma visão mais científica e bastante atrativa sobre as diferentes capacidades da mente humana — assim como seus defeitos e vícios —, do pensamento rápido, expondo a relevância que impressões intuitivas têm sobre o processo de tomada de decisão.

Além disso, de maneira prática, o autor, quando é indicado ou não a confiar na intuição, oferece insights poderosos a respeito de como são tomadas as decisões na condução de negócios e na condução da vida pessoal. Por meio de técnicas e ferramentas, ensina o leitor a se blindar contra falhas mentais, que impedem o bom rendimento e expõe o indivíduo a situações de risco.

Ou seja, esse livro oferece um suporte informativo extremamente valioso para o empreendedor, mostrando com ele pode explorar melhor suas capacidades mentais na hora de tomar decisões, tornando esse processo mais racional, eficiente e promissor para os negócios.

Por fim, existem diversos livros de empreendedorismo que o novo empresário pode buscar para aumentar o seu conhecimento. Essa postura, dada a competitividade do mercado, é fundamental para antecipar cenários, minimizar riscos e encurtar o tempo na hora de decidir. Além disso, a literatura é uma excelente maneira de aprender com os erros e acertos de outras pessoas, poupando um tempo valioso nessa longa jornada que é empreender.

Então, gostou da nossa lista de livros de empreendedorismo? Aproveite para compartilhá-la nas suas redes sociais e contribuir para que mais empreendedores se inspirem e se preparem para o mercado!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *