Guia completo sobre a Acreditação ONA

- Tempo de leitura: 16 minutos.

A melhoria dos processos de assistência em Saúde se tornaram prioridade para as instituições. Contar com padrões de qualidade que assegurem a excelência o sucesso do tratamento é o principal objetivo buscado na Acreditação ONA. Você já ouviu falar nela?

O segmento hospitalar, laboratorial e clínico vive um movimento acelerado de aprimoramento de serviços e otimização. Tudo isso, por meio de tecnologias e novas estratégias de assistência aos pacientes.

Esta inovação permitiu ao setor privado registrar números de expansão significativos. Segundo a Agência Nacional de Saúde (ANS), os planos de assistência médica obtiveram um crescimento de mais de 1 milhão de beneficiários entre 2020 e 2021.

O fator da pandemia da Covid-19 incentivou essa alavancada, que já vinha em alta. Em 2015 o setor já havia superado o faturamento da rede pública. Na época, houve um movimento de R$90 bilhões no Brasil.

Diante deste cenário, as organizações observaram a importância do aprimoramento dos seus serviços. A fim de aderir às certificações de qualidade pautadas em diagnósticos profundos e baseado em evidências.

Assim chegamos ao tema principal deste artigo. Conheça o conceito e os impactos da Acreditação ONA para a Saúde no Brasil. Boa leitura!

O que é a Acreditação ONA?

Entende-se por Acreditação um conjunto de métodos de avaliação e certificação da qualidade dos serviços de Saúde prestados. Essa metodologia visa oferecer às instituições hospitalares, clínicas e laboratórios recomendações para aprimoramento da assistência oferecida aos pacientes.

No Brasil, uma das organizações de maior relevância neste serviço é a ONA. Sua sigla significa Organização Nacional de Acreditação. A entidade é responsável pelo desenvolvimento e gerenciamento dos padrões de qualidade e segurança em Saúde adotados no país.

Como a acreditação ONA foi desenvolvida?

A ONA foi fundada em 1999 com o objetivo de orientar, estimular e certificar as instituições de Saúde do Brasil num processo de melhoria dos serviços, a partir de padrões científicos e evidências.

Com métodos de certificação regionais e inspirada em manuais da América Latina e países como Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Espanha, a ONA buscou abranger todo o território nacional com teste de acreditação em instituições de Saúde nas cinco regiões do Brasil.

Atualmente, mais de 80% das organizações acreditadas no Brasil contam com a metodologia ONA para oferecer aos seus pacientes máxima qualidade em assistência de Saúde.

Desde a sua fundação, a ONA já certificou mais de 2500 instituições de Saúde. Podem adotar os padrões da organização os seguintes segmentos:

  • Hospitais;
  • Ambulatórios;
  • Laboratórios;
  • Serviços de pronto atendimento;
  • Home Care;
  • Serviços oncológicos;
  • Serviços de medicina hiperbárica;
  • Serviços de hemoterapia;
  • Serviços de nefrologia e terapia renal substitutiva;
  • Serviços de diagnóstico por imagem, radioterapia e medicina nuclear;
  • Serviços odontológicos;
  • Serviços de processamento de roupas para a Saúde;
  • Serviços de dietoterapia;
  • Serviços de manipulação;
  • Serviços de esterilização e reprocessamento de materiais.

A partir da sua fundação, a ONA também coordena o Sistema Brasileiro de Acreditação (SBA), entidade que reúne outras instituições acreditadoras. Além de organizações de Saúde, visando a consolidação das práticas de aprimoramento do sistema em benefício da assistência ofertada ao paciente.

Quais são os princípios da Acreditação ONA?

Com a missão de oferecer diagnósticos de governança e orientação para qualificação do serviço de Saúde, a ONA pauta seus métodos em três princípios bases. São eles:

  • Voluntário. A instituição de Saúde reconhece a importância da acreditação e busca espontaneamente pela organização a fim de ser avaliada e orientada;
  • Periódico. A instituição é avaliada e certificada durante um período. É necessária a renovação da acreditação após o prazo estabelecido;
  • Confidencial. Os dados obtidos pela ONA durante a avaliação são mantidos em sigilo para gerenciamento apenas da própria instituição avaliada.

Quais são os pontos avaliados na Acreditação ONA?

A ONA busca oferecer à entidade avaliada um diagnóstico completo da realidade identificada e os caminhos para que melhorias sejam feitas. A fim de não apenas adequar o serviço oferecido, mas tornar mais produtiva, segura e lucrativa a atividade da unidade de Saúde.

Com isso, são avaliados os seguintes pontos:

Gestão por processos

A ONA busca orientar as unidades de assistência em Saúde sobre a importância da gestão por processos. Essa metodologia estimula que o serviço oferecido seja minuciosamente pensado. Seu intuito é de que cada etapa da assistência garanta o mesmo padrão de excelência, otimizando recursos e aprimorando os resultados.

Desenvolvimento de pessoas

O setor da Saúde, apesar de altamente tecnológico, é extremamente dependente do envolvimento de pessoas. São diversos profissionais formando equipes e cumprindo expedientes, por vezes, desgastantes.

Pensar no desenvolvimento e cuidado com o recurso humano é uma forma de assegurar que a assistência oferecida será qualificada e precisa.

Ética e transparência

Dentro da proposta da ONA, estimular uma gestão ética e transparente é requisito básico para que as instituições de Saúde recebam a acreditação. Ou seja, sem ela não será dada a certificação de qualidade da entidade.

Esses são princípios fundamentais para que todo o sistema de gerenciamento aconteça de forma segura e comprometida com a vida do paciente.

Visão sistêmica

O conceito de visão sistêmica é essencial para que as organizações de Saúde possam ser dirigidas de forma integrada e funcional. As tomadas de decisões a partir desse conceito buscam refletir, antes de tudo, no impacto geral.

Exercício da liderança

A liderança é outro ponto avaliado pela Acreditação ONA. Ele é importante pois estabelece padrões de conduta na relação interpessoal e de hierarquia. Tudo isso, visando impactar positivamente o tratamento hospitalar.

Cuidado centrado no paciente

A humanização da assistência em Saúde busca oferecer mais do que um serviço eficiente. Ela almeja, sobretudo, uma postura de respeito, que não coloque em risco a dignidade do paciente. O cuidado centrado no indivíduo estabelece uma atenção empenhada no conforto e satisfação do paciente.

Foco na segurança

Garantir que a assistência em Saúde seja segura é um dos principais objetivos da Acreditação ONA. Isso porque todos os pontos de melhoria sempre estarão intencionados na oferta de um serviço qualificado e benéfico para o tratamento do paciente. A segurança em suas mais diversas aplicações se faz essencial.

Responsabilidade socioambiental

O setor da Saúde é um dos que mais impactam o meio ambiente. A partir disso, estabelecer práticas de responsabilidade socioambiental é uma forma de recompensar o planeta pelos impactos provocados.

Isso reforça ainda mais a preocupação das instituições de Saúde com a qualidade de vida humana e também com a sustentabilidade das fontes naturais de recursos.

Cultura da inovação

Modelos de gestão retrógrados não serão capazes de oferecer uma assistência adequada ao momento que vivemos. Estabelecer uma cultura de inovação é permitir que iniciativas sejam sugeridas ou buscadas. A fim de qualificar a assistência aos pacientes e à gestão da entidade.

Melhoria contínua

Por fim, a Acreditação ONA estimula as instituições avaliadas a buscarem melhorias contínuas. Isso significa empreender esforços para que haja sempre uma visão de aprimoramento dos processos e atividades desempenhadas, visando tornar o funcionamento mais econômico, sustentável e bem-sucedido.

Quais os principais benefícios da Acreditação ONA?

A Organização Nacional de Acreditação é reconhecida pela contribuição inquestionável ao sistema de Saúde brasileiro.

Visando disseminar um atendimento de Saúde dentro dos padrões de qualidade e segurança, a entidade é pautada por diferentes valores. São eles:

  • Transparência;
  • Respeito individual e coletivo;
  • Confidencialidade;
  • Aperfeiçoamento contínuo;
  • Desenvolvimento participativo;
  • Credibilidade;
  • Sustentabilidade como fator de crescimento.

Diante disso, fica fácil reconhecer os benefícios das instituições de Saúde em buscar a Acreditação que certifica seus processos qualificados e seguros à vida dos pacientes. Podemos destacar as seguintes vantagens:

1. Gestão aprimorada

A Acreditação ONA impacta de forma expressiva a gestão das unidades de Saúde. A metodologia oferecida alinha padrões de gerenciamento de recursos visando tornar os hospitais, clínicas e laboratórios mais eficientes, qualificados e com custos otimizados.

Com uma gestão qualificada, a entidade passa a adotar condutas que visam sempre o seu desenvolvimento e sustentabilidade.

Isso refletirá ainda no reconhecimento social da unidade, fazendo com que cada vez mais a sociedade enxergue a instituição como referência em qualidade e excelência.

2. Processos definidos

Como dito anteriormente, o serviço de assistência em Saúde é multidisciplinar e integra diversos procedimentos distintos. Dessa forma, ter processos definidos é a garantia de oferecer precisão e segurança ao paciente por meio de padrões de excelência aplicados em todos os atendimentos.

3. Pacientes satisfeitos

Objetivo principal da Acreditação ONA, a satisfação dos pacientes é um dos frutos colhidos pelas entidades que apostam na certificação de qualidade.

As pessoas quando buscam um atendimento em Saúde, na maioria das vezes estão fragilizadas e precisando de um cuidado que lhes assegure a qualidade de vida.

Encontrar um espaço onde as decisões estão sempre pensadas no paciente, torna a experiência hospitalar mais agradável, respeitosa e não-invasiva, contribuindo para os resultados do tratamento e permitindo que o paciente e seus familiares possam ter memórias positivas sobre a instituição.

4. Lucratividade

A otimização de recursos, a adoção de processos definidos e o funcionamento sistêmico da unidade de Saúde tornará suas atividades mais lucrativas a médio e longo prazo.

O retorno pela excelência e qualificação de serviços sempre trará melhoria de receita e aumento na geração de demanda.

5. Equipe engajada

As mudanças provocadas pela Acreditação ONA, sobretudo, impactam no engajamento das equipes de forma a torná-las mais satisfeitas e confiantes no trabalho que estão desempenhando.

Por se tratar do cuidado com a vida humana, ter um time alinhado e motivado fará toda a diferença no sucesso do tratamento do paciente e no reconhecimento do hospital pela competência de seus colaboradores.

7. Desenvolvimento tecnológico

Por sua busca pela inovação e melhoria contínua, a Acreditação ONA contribui significativamente para o desenvolvimento tecnológico das entidades avaliadas.

A partir da metodologia, as organizações passam a investir em novas tecnologias, aparelhos e sistemas que dinamizam o atendimento e tornam mais seguros os registros e processos desempenhados.

8. Otimização de custos

Pautada em padrões de controladoria e governança, a Acreditação ONA estimula a otimização dos custos de funcionamento hospitalar e oferece à unidade avaliada a oportunidade de ver sua eficiência gerar economia.

Essa otimização representa um passo importante para a destinação de recursos mais estratégica.

9. Integração entre setores

Outra vantagem importante para o sucesso das unidades de Saúde é a integração entre setores que a Acreditação ONA promove. Isso acontece porque o alinhamento entre as pessoas e a melhoria de comunicação impactam diretamente no sucesso do tratamento do paciente.

10. Cultura organizacional

Por fim, a transformação na cultura organizacional é inevitável a partir da Acreditação ONA. As interferências realizadas pelo processo de certificação e as condutas orientadas para que a unidade de Saúde cumpra com os requisitos da metodologia, fazem com que o ambiente institucional seja repensado e visto de forma mais propositiva pelos seus membros.

Quais são os níveis da Acreditação ONA?

A Acreditação ONA pode ser solicitada em três níveis diferentes. Todos visam qualificar os processos de gestão e assistência em Saúde, porém, em intensidades distintas. Veja!

1. Acreditação básica

A entidade avaliada cumpre ou supera pelo menos 70% dos padrões de qualidade e segurança definidos pela ONA. Neste nível são avaliadas as áreas de atividades da instituição, o que inclui condições estruturais e assistenciais.

Na Acreditação básica, o certificado é válido por 2 anos, sendo realizadas visitas de manutenção enquanto há vigência do certificado.

2. Acreditação plena

Já na Acreditação de nível 2, ou Acreditação Plena, a unidade hospitalar precisa cumprir dois critérios:

  • Cumprir ou superar pelo menos 80% dos padrões de qualidade e segurança;
  • Cumprir ou superar no mínimo 70% dos padrões ONA de gestão integrada, com fluidez de processos e comunicação garantida entre os setores.

Aqui o certificado também é válido por 2 anos, com visitas de manutenção durante a sua vigência.

3. Acreditação de excelência

No nível 3, a entidade de Saúde precisa atender a três critérios:

  • Cumprir ou superar no mínimo 90% dos padrões de qualidade e segurança;
  • Cumprir ou superar em pelo menos 80% das condutas de gestão integrada;
  • Cumprir ou superar pelo menos 70% dos padrões que a ONA delibera sobre Excelência em Gestão, assegurando uma cultura organizacional de melhoria contínua com maturidade institucional.

Neste caso, o certificado é válido por 3 anos, contando com visitas periódicas para sua manutenção.

Acreditação ONA x Processos digitais: entenda a relação

Por fim, é importante destacarmos também que a Acreditação ONA estimula enfaticamente a adoção de processos digitais.

Incentivada pela otimização de recursos, garantia de segurança e adoção de inovações tecnológicas, a certificação de qualidade e excelência para as unidades de Saúde do Brasil passam diretamente pelas soluções que tornam os processos hospitalares digitais.

Podemos considerar como exemplo a adoção de prontuário eletrônico, prescrição eletrônica e assinatura digital certificada no funcionamento das unidades hospitalares.

Conceitos como Phygital podem ser considerados aqui também.

Quer saber como a tecnologia aumenta a eficiência, segurança e contribui para a sua instituição alcançar certificações como a ONA? Fale com um dos nossos especialistas em soluções estratégicas para a Saúde.  Clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *