Análise SWOT: entenda a importância de fazer para a sua empresa

- Tempo de leitura: 7 minutos.

Qualquer empresa que deseja crescer, se tornar competitiva e conquistar cada vez mais clientes precisa criar estratégias eficientes e, para isso, além de ser necessário conhecer suas oportunidades e ameaças, é preciso saber identificar seus pontos fortes e pontos fracos. Para isso, o gestor pode contar com a análise SWOT, uma ferramenta de gestão prática e bastante simples.

Essa ferramenta permite o levantamento das informações necessárias para a elaboração de um planejamento estratégico consistente.

Também conhecida como matriz SWOT, esse sistema foi criado na década de 1960 por Albert Humphrey, professor da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, e rapidamente conquistou as principais corporações no planeta. Entenda melhor sobre a Análise SWOT neste artigo!

O que é Análise SWOT?

A palavra SWOT é a abreviação das palavras em inglês: Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), que representam os quatro pilares que as empresas devem estar atentas, se quiserem crescer.

Conhecida também como Análise FOFA no Brasil, é uma ferramenta que permite que a empresa realize uma análise interna, considerando suas atividades e processos, a fim de identificar suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças e, a partir daí, desenvolver estratégias e ações para melhorar a sua marca no mercado.

Além de olhar para dentro do seu ambiente, a empresa precisa observar o cenário externo e encontrar os fatores que, embora possam fugir do seu controle, ajudem no seu crescimento. Assim, devem ser avaliados os fatores relacionados às oportunidades e ameaças que podem impactar o negócio.

Como funciona a análise SWOT?

Independente do segmento da empresa, a análise SWOT pode ser dividida em três etapas, nas quais devem estar documentadas as informações mais importantes:

  • 1ª Etapa: realize um estudo minucioso sobre o contexto do seu negócio, identifique os pontos fortes e os pontos fracos e mapeie a concorrência.
  • 1ª Etapa: estude o mercado para identificar as oportunidades e as ameaças para a sua empresa. Essa avaliação deve ser completa, inclusive, pensando no futuro, em como as ameaças e as oportunidades podem influenciar no seu negócio.
  • 1ª Etapa: reúna todas as informações obtidas nas etapas anteriores e, utilizando o SWOT, analise o que pode ser melhorado, diminuindo os impactos e fatores que estão impedindo seu negócio de crescer.

Conheça os quadrantes da análise SWOT

Os quadrantes da análise SWOT – Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças) – são importantes para a estratégia de negócios, pois permitem uma ação imediata, tendo uma visão de futuro que irá ajudar no crescimento da empresa.

Vejamos detalhadamente o significado de cada quadrante:

O quadrante Strengths (Forças)

Faz a análise do cenário interno, além de representar tudo o que agrega valores e está sob o controle da empresa, como as qualidades positivas que envolvem as atividades, processos, produtos, recursos e vantagens competitivas.

O quadrante Weaknesses (Fraquezas)

Esse quadrante analisa o cenário interno e aponta os fatores que atrapalham e não trazem vantagens competitivas para a empresam como, por exemplo, se os funcionários estão capacitados, se as matérias-primas têm qualidade, se os processos são eficientes e se há conhecimento sobre como funciona a concorrência.

O quadrante Opportunities (Oportunidades)

Analisa os fatores externos e as oportunidades que podem trazer benefícios para a empresa, como a abertura de um novo ponto comercial ou a descoberta de um nicho pouco explorado. Também devem ser levadas em consideração questões, como redução de custos e aumento de vendas, dentre outros.

O quadrante e Threats (Ameaças)

Ameaças são fatores que fogem ao controle da empresa, porém, podem prejudicar de algum modo. Por isso, a análise nesse quadrante é relacionada com as desvantagens competitivas. Um bom exemplo é a entrada de uma grande empresa no segmento.

Por que fazer a análise SWOT para a sua empresa?

O objetivo da análise SWOT é ajudar o negócio a identificar os fatores que podem ajudar o seu crescimento. Desse modo, a ferramenta pode potencializar forças, atenuar fraquezas, encontrar oportunidades e estar alerta para as ameaças.

Para alcançar cada uma dessas características, a empresa precisará definir estratégias e adotar ações específicas para lidar com elas e, desse modo, criar um ambiente mais vantajoso para que possa se desenvolver de modo eficiente e saudável.

A análise SWOT também é importante antes do desenvolvimento de um novo produto, serviço ou solução porque, com ela, é possível mapear cada um dos fatores que podem influenciar no lançamento e, com isso, ajudar a empresa a se preparar para o mercado.

Podemos ainda citar os benefícios que podem ser alcançados com o uso dessa ferramenta:

  • Obter uma visão ampla do negócio, interna e externamente.
  • Identificar os pontos fortes da gestão da empresa.
  • Definir as prioridades de atuação e quais decisões precisam ser tomadas.
  • Identificar os pontos positivos, os pontos competitivos (aqueles que se pode investir para crescer) e os principais pontos críticos e de falhas.
  • Adotar posturas com o objetivo de resolver ou minimizar os riscos e os problemas identificados.

Para obter melhores resultados e torná-los permanente, o ideal é que a empresa adote a análise SWOT como um monitoramento constante, com uma avaliação anual ou semestral. O importante é que ela seja realizada antes da definição de qualquer planejamento estratégico.

A Soluti é uma IDTech que fornece soluções inovadoras em Identidade Digital e Assinaturas Eletrônicas para empresários. Fale agora com um de nossos consultores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *