Como a Assinatura Digital pode impulsionar a produtividade das imobiliárias

- Tempo de leitura: 4 minutos.

Por Júlio Cesar Mendes, diretor comercial da Soluti.
Artigo publicado no Portal Smartus.

A cada dia, a tecnologia faz crescer o número de soluções para o mercado imobiliário. Na mesma proporção, cresce também o número de empresas que começam a enxergar as vantagens que essa evolução traz, como o ganho de eficiência, a redução de custos e o aumento de produtividade.

A realidade aumentada, os tours virtuais e o big data já são uma realidade acessível nesse mercado. O próximo passo é abolir de vez o papel. Afinal de contas, que imobiliária nunca sofreu com as dores listadas abaixo:

1. Demorar tanto tempo para assinar um contrato que o cliente até desiste durante o processo;
2. Perder produtividade por conta de toda a burocracia que envolve documentos impressos;
3. Gastar com a estrutura que envolve a gestão de contratos: impressão, transporte e armazenamento;
4. Ficar preso em processos morosos e cansativos a ponto de perder o foco no cliente.

Além de tudo isso, existem as famigeradas fraudes, infelizmente tão comuns aos contratos impressos. Como seria bom evitar tudo isso, não é mesmo? Hoje, já existem alternativas para sanar essas dores e melhorar a gestão de documentos, como as plataformas de assinaturas digitais, vide o portal Assine Online.

Essa opção vem crescendo ainda mais durante a pandemia. Para proteger a saúde, os deslocamentos foram bastantes prejudicados, o que aumentou a importância dessa modalidade para as negociações imobiliárias. A assinatura digital funciona como um substituto da assinatura física e tem total validade jurídica. São inúmeras as vantagens desse formato para as imobiliárias, entre elas:

– Segurança do mais alto nível: as assinaturas e os contratos eletrônicos possuem vários recursos de segurança, como autenticação, rastreabilidade e criptografia. Isso diminui consideravelmente o risco de fraudes.

– Redução de custos: não há mais necessidade de gastar com xerox, reconhecimento de firma, digitalizações, impressões, compra de arquivos, transporte de documentos e aluguel de espaços para armazenamento, entre outros percalços.

– Ganho de produtividade: quando há menos burocracia, a imobiliária fica mais enxuta e leve. Assim, não precisa viver afogada em processos confusos, redundantes e morosos. Com contratos de venda ou locação sendo assinados à distância, também sobra mais tempo para que os corretores concentrem energia nas vendas.

Embora o foco do artigo sejam as imobiliárias, o mesmo vale para as incorporadoras, as quais enfrentam semelhantes desafios no processo de venda. Por todo o exposto, está claro que o futuro são os contratos digitais, não é mesmo?

A boa notícia é que você só tem a ganhar com eles, pois são muito mais seguros que os contratos impressos e bem mais fáceis de lidar. Como pode perceber, a assinatura digital é uma tecnologia que muda a forma como os negócios são realizados. A rapidez e a praticidade dessa solução farão com que as empresas possam ser muito mais eficientes ao reduzir custos e facilitar processos.

 

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *