Descubra como a biometria pode ser uma aliada do seu negócio

Com uma larga aplicação em sistemas de segurança e autenticação de usuários, a biometria hoje é uma das principais tecnologias utilizadas por empresas na hora de promover redução de custos e garantir a segurança de dados e o acesso restrito a determinados ambientes.

Devido à sua alta confiabilidade e precisão no processo de identificação pessoal, essa poderosa ferramenta de proteção tem se tornado cada dia mais comum na vida das pessoas. Hoje, está presente desde atividades corriqueiras (como desbloquear o smartphone ou acessar a conta bancária em um caixa eletrônico) até em ações mais complexas (como autenticar a identidade para acessar um sistema ou ambiente restrito de uma empresa).

Na prática, a biometria é uma das grandes aliadas dos negócios quando o assunto envolve a segurança digital, já que evita fraudes e outros riscos à integridade de operações empresariais e à privacidade de usuários.

Para comprovar as vantagens e a grande utilidade da biometria no contexto das empresas, preparamos este artigo abordando mais a fundo os diferentes aspectos dessa importante ferramenta de proteção da era digital. Acompanhe!

Como funciona a biometria?

Quando se fala em biometria, a noção mais pontual e simples que nos vêm à mente é a utilização da impressão digital como mecanismo para a identificação de uma pessoa. Na prática, esse é mesmo o princípio básico de um sistema biométrico. Contudo, ele não se resume a essa definição e nem é tão simples.

Na realidade, os processos de identificação por biometria atuam em conjunto com outras tecnologias e ferramentas, tornando-os mais ágeis e eficazes, como é o caso dos algoritmos e bancos de dados.

Assim, o funcionamento da biometria se dá a partir da confrontação de um registro visual da impressão digital de um indivíduo — uma espécie de foto dos seus dedos —, o qual se encontra em um banco de dados, com a imagem gerada por um dispositivo de leitura.

Dessa forma, a biometria depende de um processo de registro anterior, em que “fotos” são tiradas dos dedos do usuário e inseridas em um banco de dados. Essas imagens contém o padrão biométrico do indivíduo. Isto é, elas mostram os contornos da impressão digital, os quais são únicos em cada pessoa.

Posteriormente, essas imagens geradas das impressões digitais do usuário, e que ficam salvas em algum repositório, são confrontadas com a imagem obtida no momento da leitura da digital em algum sistema que utiliza a tecnologia.

Em resumo, ao desbloquear seu smartphone, por exemplo, o software compara a imagem cadastrada da sua digital com aquela obtida sempre que posiciona o dedo sobre o leitor. Se as imagens forem iguais, o software entende que você é o dono do aparelho e o desbloqueia. Tudo isso acontece em uma fração de segundo.

Em quais situações a biometria pode ser utilizada

Atualmente, o que não faltam são exemplos de aplicação da biometria. Como dito, por se tratar de uma tecnologia de alta confiabilidade e que é pouco invasiva, muitas empresas passaram a utilizá-la. A seguir, listamos algumas das suas principais aplicações. Confira!

Controle e cadastro de clientes

Devido à sua precisão no processo de identificação e individualização de pessoas, a biometria tem uma grande aceitação nas empresas que dependem da gestão de grandes cadastros de clientes, a exemplo dos bancos.

A biometria ajuda essas instituições a aumentar o rigor no processo de identificação dos usuários dos seus serviços, eliminando os riscos de fraudes e de acesso a dados confidenciais por terceiros não autorizados. Por essa razão, hoje é extremamente comum a solicitação da impressão digital para acessar serviços em caixas eletrônicos, sobretudo quando o usuário não está portando o seu cartão.

Controle de acesso em empresas

Outra aplicação comum da biometria nas empresas é o controle de acesso. Isso pode abarcar desde uma ação simples, como lançar o registro de ponto de um empregado de forma automatizada, até liberar o ingresso de funcionários específicos a determinadas áreas da empresa.

Para se ter uma ideia, em data centers, existem locais onde apenas alguns funcionários podem acessar, em razão de protocolos de segurança. Assim, a biometria é utilizada para garantir que apenas a pessoa autorizada ingresse naquele ambiente.

Computação de voto

O Poder Púbico também tem se beneficiado com o uso da biometria. Um exemplo claro está no processo eleitoral. Em grande parte dos municípios, o recadastramento biométrico está em andamento e é obrigatório para todos os eleitores.

Em breve, o processo de votação será totalmente atualizado e o eleitor será identificado a partir do seu registro biométrico. Dessa forma, a intenção do Governo é reduzir os riscos de fraudes no processo eleitoral, como quando uma única pessoa vota mais de uma vez devido a fragilidades no processo de identificação.

Acesso a aparelhos eletrônicos

Como já citado, a biometria também está presente em dispositivos eletrônicos, como smartphones e notebooks. Hoje, como grande parte das nossas atividades é executada nesses aparelhos, é comum haver informações sigilosas neles. Por essa razão, garantir a segurança desses dados é fundamental.

Nesse sentido, fabricantes de aparelhos estão investindo cada vez mais na tecnologia de identificação biométrica, tornando-a mais ágil e segura. A exemplo, já existem smartphones que utilizam sistemas de ultrassom para mapear o desenho da digital do usuário.

Emissão de Certificado Digital

O Certificado Digital é outra tecnologia já bastante conhecida e validada no mercado de segurança da informação. Extremamente útil na troca de informações por meios eletrônicos, emissão de documentos e autenticação de usuários de maneira confiável, a Certificação também se apoia nos benefícios da biometria para se tornar ainda mais rígida.

Atualmente, as grandes Autoridades Certificadoras, por meio da seus Agentes de Registro, já empregam a biometria no processo de emissão do Certificado Digital. No momento da emissão de um Certificado, o requerente tem sua impressão digital e facial coletadas pelo atendente (Agente de Registro), que efetua o cadastro destes dados no sistema, de forma a gerar uma identificação ainda mais segura e inequívoca do solicitante.

Em atendimento à Instrução Normativa do Comitê Gestor da ICP-Brasil, a biometria visa proporcionar uma maior proteção e evitar eventuais fraudes no processo de aquisição dos Certificados Digitais.

Por fim, como foi possível perceber, a biometria hoje é uma tecnologia totalmente alinhada aos padrões do mercado. Com uma aplicação diversificada e um funcionamento altamente confiável, esse recurso pode auxiliar as empresas em diferentes pontos, seja na relação com os clientes, com os empregados e na utilização dos seus sistemas, garantindo mais segurança e controle.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a biometria, aproveite para se manter informado sobre novas tecnologias no meio empresarial. Siga a nossa empresa nas redes sociais e fique por dentro das nossas novidades. Esperamos você no Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter e YouTube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *