Economia para o empresário: qual impacto da revisão fiscal na diminuição de tributos?

- Tempo de leitura: 9 minutos.

Sem tempo de ler o conteúdo agora? Ouça o áudio agora, dê o play:

Em um mercado cada vez mais competitivo, os gestores são frequentemente pressionados a encontrar formas de reduzir os custos. A realização de processos de revisão fiscal pode ser uma excelente estratégia para alcançar esse objetivo.

Isso porque, considerando a complexidade do sistema tributário brasileiro, muitas empresas acabam recolhendo mais impostos do que deveria ou deixando de aproveitar créditos aos quais possuem direito.

É o que mostra um estudo conduzido pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), que identificou que 95% das empresas no Brasil pagam impostos a mais que o devido.

Portanto, a realização de uma revisão fiscal pode ajudar a identificar eventuais erros de cálculo, de processos ou ainda oportunidades para reduzir a carga tributária da sua empresa. Saiba mais a seguir!

O que é a revisão fiscal?

Como o nome sugere, a revisão fiscal é um trabalho realizado para garantir cumprimento da legislação tributária e tem como objetivo final a adequação dos processos e a identificação de oportunidades de redução do valor dos tributos.

Para isso, é realizada a certificação de que estão sendo empregadas as melhores práticas no cálculo, no recolhimento e na declaração de tributos.

Por que as empresas precisam de revisão fiscal?

No Brasil, o emprego da revisão fiscal é uma estratégia altamente recomendável para as empresas, dada a complexidade do sistema tributário nacional. Soma-se a isso a grande quantidade de declarações acessórias e as contínuas mudanças regulatórias.

Segundo levantamento do IBPT, da data da promulgação da atual Constituição Federal até setembro de 2020 foram editadas 419.387 normas em matéria tributária. Uma média de 2,17 normas por hora, considerando apenas os dias úteis.

Obstáculos para os empresários

Em outras palavras, para que as empresas estejam em pleno acordo com as regras tributárias e usufruindo das oportunidades de redução de impostos, elas precisam investir em controle e em especialização, além de dedicar um tempo precioso a essa finalidade.

Porém, é muito difícil atender a esses três critérios, seja pela falta de pessoal, de ferramentas ou disponibilidade para acompanhar as mudanças e adequar os processos.

E com esse problema surgem surpresas, na forma de montantes de impostos superiores ao previsto, multas, fiscalizações que demoram mais tempo que o previsto, dentre outras questões que impactam negativamente o lucro da empresa.

A revisão fiscal, nesse sentido, quando realizada periodicamente e com qualidade, ajuda as empresas a adequarem seus métodos de cálculo, seus processos operacionais e até mesmo a realizar alterações legais.

Assim, é possível cumprir todas as normas tributárias e obter o máximo de benefícios permitidos pela legislação.

Como é realizada a revisão fiscal?

Na prática, a revisão fiscal envolve processos como cálculos tributários, levantamento de benefícios fiscais aplicáveis à operação da empresa, análise dos processos de escrituração fiscal e envio de obrigações acessórias, de emissão de documentos fiscais, etc.

Assim, avalia-se a viabilidade e necessidade de alteração de fluxos de trabalho, metodologias de cálculo de impostos, retificação de declarações, dentre outros procedimentos.

Para isso, a empresa precisa apresentar documentos fiscais, declarações acessórias, guias de recolhimento, dentre outros documentos utilizados na escrituração fiscal e apuração, recolhimento e compensação de impostos.

Como a revisão fiscal pode diminuir tributos na empresa?

A revisão fiscal pode ajudar a diminuir os tributos de diversas formas. Primeiro, essa é a melhor forma para assegurar que sua empresa está calculando os impostos utilizando a base de cálculo correta, efetuando todas as adições e exclusões permitidas pela legislação.

Além disso, profissionais especializados analisam as possibilidades de utilização de créditos das mais diversas finalidades, ajudando a sua empresa a reduzir o valor de impostos efetivamente pagos.

Finalmente, ao garantir que sua empresa está realizando os procedimentos fiscais de acordo com as normas vigentes, você evita problemas com autuações e multas.

Como a tecnologia pode apoiar?

Nas últimas décadas, as empresas passaram a contar com a uma série de ferramentas e tecnologias para apoiar sua operação. Dentre as possibilidades, vale citar:

Otimização da gestão de documentos

Para realizar a revisão fiscal, as empresas precisam acessar uma série de documentos, como Notas Fiscais, declarações, guias de recolhimento, contratos, etc.

Esses arquivos podem ser mais facilmente organizados, localizados e acessados quando em formato digital.

Daí a importância da digitalização de processos nas empresas, visto que traz maior agilidade a uma série de atividades, como a revisão fiscal.

Automatização de processos

As empresas podem utilizar diferentes soluções tecnológicas para automatizar o cálculo de impostos, a emissão e recepção de notas fiscais, dentre diversos outros processos.

Assim, o processo de revisão fiscal torna-se mais fácil, uma vez que a análise pode ser centrada nos cálculos dos sistemas e não em uma infinidade de fórmulas em planilhas eletrônicas.

Flexibilidade e mobilidade

A tecnologia pode permitir, por exemplo, o compartilhamento rápido e fácil de documentos, permitindo, assim, que a empresa possa contratar consultorias de revisão fiscal localizadas em qualquer lugar do país.

Ou seja, não é necessário que profissionais se locomovam até sua empresa para realizar o trabalho e obter documentos. Tudo pode ser feito à distância.

Isso, dentre outras coisas, diminui o custo do trabalho e permite que sua empresa tenha mais opções na hora de realizar o orçamento.

A tecnologia também pode ajudar a sua empresa a obter documentos ou dar entrada em processos em órgãos públicos de maneira simples e rápida.

Hoje, diversos órgãos, como a Receita Federal, aceitam e incentivam o uso da assinatura eletrônica e certificação digital para que as empresas possam realizar diversas solicitações online, reduzindo a burocracia, o tempo e os custos associados aos processos.

Vale ressaltar que mais de 70% dos serviços públicos brasileiros já são digitais.

Conclusão

A revisão fiscal é um processo que pode ser benéfico para as empresas, visto que, como apontado pelo IBPT, a maioria delas estão recolhendo mais tributos do que deveria.

Esse trabalho, também é essencial garantir que as empresas estão recolhendo os tributos, realizando as entregas de declarações e as escriturações de forma adequada.

Assim, esse procedimento também evita complicações e gastos futuros com autuações e multas.

Para facilitar a revisão fiscal e otimizar os processos fiscais, é recomendável que as empresas invistam em tecnologia. Assim, é possível criar fluxos de trabalho mais consistentes e fáceis de revisar e implementar mudanças.

Com o auxílio tecnologia, também é possível obter mais flexibilidade e facilitar a obtenção de documentos ou dar entrada em processos, inclusive junto aos órgãos públicos, utilizando Assinatura Eletrônica e Certificado Digital.

Inclusive, se você presta serviços de contabilidade para diferentes empresas, a Soluti tem uma oportunidade para você aumentar seu faturamento.

Conheça o programa Contador Parceiro e saiba como ajudar os seus clientes a otimizarem os processos com o Certificado Digital e ainda obtenha ganhos extras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *