Veja como o certificado SSL atua na segurança do Pix

- Tempo de leitura: 8 minutos.

O lançamento do Pix ocorreu em meio a muito entusiasmo no Brasil. Hoje, cada vez mais pessoas adotam esse método de pagamento que traz benefícios tanto para o consumidor quanto para empresas de todos os tamanhos e setores. Ainda assim, é natural se deparar com algumas dúvidas quanto à segurança do Pix.

Afinal, como é feita a proteção desse sistema tecnológico tão inovador? A resposta está na relação entre Pix e Certificado Digital SSL. Se quer entender mais a fundo o assunto, você está no lugar certo. Mostramos a seguir o que exatamente é o Pix, como é feita sua segurança, qual o papel do Certificado SSL e se realmente vale a pena contar com esse sistema. Então, aproveite a leitura!

Afinal, o que é o Pix?

Criado pelo Banco Central (BC), o Pix é um sistema de pagamento instantâneo para uso em todo o Brasil. Sua principal característica é a possibilidade de realizar transferências em poucos segundos, de maneira segura, a qualquer hora do dia ou da noite — inclusive nos finais de semana. Além disso, o consumidor não precisa pagar qualquer taxa para fazer isso.

Podemos utilizá-lo a partir de uma conta poupança, conta corrente ou mesmo conta de pagamento pré-paga. Além de agilizar as transações, o Pix tem o potencial de alavancar o mercado, melhorando a competitividade entre as empresas, reduzindo custos operacionais e incentivando a digitalização do varejo.

Para a pessoa física que ainda não tem uma conta bancária, essa é a oportunidade de inclusão financeira por meio de um sistema sem taxas e extremamente eficiente. A ativação é bem simples: basta verificar no aplicativo ou site do seu banco a opção para solicitar sua chave de acesso.

Entretanto, toda inovação desse tipo vem acompanhada de algumas dúvidas. Afinal, o Pix é realmente seguro? A resposta é simples: sim, o Pix é tão seguro quanto outros sistemas de pagamento.

Como é feita a segurança do Pix?

O Banco Central estabeleceu uma série de tecnologias e ferramentas para garantir a segurança do Pix. Algumas delas são implementadas no próprio sistema, enquanto outras são utilizadas pelos bancos para certificar a identidade do usuário. Entenda cada uma delas.

Certificado Digital

A relação entre Pix e Certificado SSL é fundamental para a confirmação de identidade do usuário. O processo é simples: quando você quer fazer uma transação, é papel do banco informar ao Banco Central essa intenção. O objetivo é garantir o compliance digital e a própria segurança do envio de dinheiro.

O BC, por sua vez, verifica a identidade dos envolvidos em ambas as pontas do processo. O papel do Certificado Digital SSL é justamente possibilitar essa confirmação com agilidade — mas esse não é o único benefício dessa tecnologia. Sua utilização nos leva a um segundo ponto importante.

Criptografia dos dados

Um dos diferenciais do Certificado Digital SSL é que ele permite uma conexão criptografada. Em outras palavras, ele estabelece um canal para troca de dados de forma sigilosa, sem que terceiros possam interceptar, alterar ou mesmo ler as informações trocadas.

Assim, o SSL mantém um alto nível de segurança durante a fase de verificação da identidade dos envolvidos na transação. Um exemplo de como ele já é usado em nosso dia a dia é a criptografia para conexões seguras na internet.

Quando um site tem o Certificado Digital SSL instalado, sua URL é passada para o formato HTTPS, que é mais seguro. Você pode checar isso ao verificar o item de cadeado que aparece no seu navegador ao lado do endereço para sinalizar que o site é seguro.

Transações rastreáveis

Outro ponto importante é que o Pix aumenta o controle do Banco Central sobre as transações realizadas. Como os dados passam diretamente pelo sistema de verificação do BC, o órgão pode rastrear as transações com mais precisão. Dessa maneira, é possível combater fraudes e evitar golpes com eficiência maior, se comparado aos outros métodos (DOC e TED, por exemplo).

Vale destacar que o Pix também exige a autenticação do pagador, como ocorre em outros tipos de transação. Seja por senha, digital do dedo ou uso do smartphone, a segurança digital dos seus pagamentos continua garantida.

Vale a pena aceitar pagamento em Pix no meu escritório?

Definitivamente, o Pix veio para ficar. Os benefícios são valiosos para empresas dos mais variados tamanhos e setores de atuação. Por isso, a resposta é sim: vale muito a pena utilizar o Pix. Se quer entender melhor os motivos, confira as vantagens que isso traz.

Agilidade e segurança no pagamento

O Pix permite que seu escritório realize transações instantâneas, algo que impacta diretamente seu fluxo de caixa. Ao receber transferências de clientes, por exemplo, você não precisa esperar até o próximo dia útil para contar com aquele recurso.

Tudo isso é feito por meio de um sistema fácil de usar e que não tem segredo nenhum. Basta informar sua chave de acesso (CPF, CNPJ, e-mail etc.) e a pessoa confirma imediatamente sua identidade por meio do próprio banco.

Redução de custos

Outro grande benefício é a redução de custos que o Pix ajuda a promover. Para começar, as transações estão sujeitas a taxas muito baixas para as empresas, e a nenhuma para as pessoas físicas. No comércio, por exemplo, boa parte das transações é realizada no débito, cujas taxas giram em torno de 2% do valor. Por isso, a expectativa de reduzir esse custo está atraindo cada vez mais comerciantes.

Vale destacar que o mesmo se aplica aos casos de transações de valores mais altos entre diferentes instituições financeiras. Seja ao pagar uma conta, seja ao receber dos seus clientes, não é mais preciso pagar as taxas de um DOC ou TED para transferir o valor — basta usar o Pix.

Resumidamente, você economiza um montante valioso que pode ser direcionado para outros investimentos da empresa, ganhando uma margem para fazer o negócio crescer. Somado a isso, você oferece um diferencial para seus clientes que já usam o Pix, criando oportunidades para ampliar seu ticket médio.

São diferenciais que mostram por que Pix e Certificado Digital SSL estão fazendo tanto sucesso. Como você pôde ver, os benefícios são grandes — tanto para quem vende, quanto para quem compra. Agora que você sabe como funciona a segurança do Pix, não perca tempo e providencie o seu!

Quer saber mais sobre o PIX? Então não deixe de ler estes conteúdos:

Saiba o que muda com o PIX cobrança e a leitura de QR code

Tudo o que os comerciantes precisam saber sobre o PIX

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *