5 ferramentas de marketing para impulsionar suas vendas

- Tempo de leitura: 9 minutos.

Sem tempo para ler? Que tal OUVIR esse texto? Clique no player abaixo:

Atualmente, em razão das mudanças de comportamento do consumidor e de alterações nos padrões de compra, o sucesso de um empreendimento não está associado apenas à qualidade das entregas. Embora esse também seja um fator crucial para os resultados, existem outras práticas indispensáveis para tornar o negócio mais atrativo, relevante e singular perante o público e a concorrência. Nesse ponto destacam-se as ferramentas de marketing.

O marketing tem um papel determinante na composição da imagem de qualquer empresa. Durante muito tempo, ele assumiu uma roupagem mais operacional, focando mais no volume de interações do que propriamente na qualidade delas. No entanto, isso vem mudando.

Hoje, estar presente em diferentes canais, transparecer um ideal de qualidade, bons diferenciais e se aproximar do consumidor é a chave para impulsionar as vendas e otimizar os resultados de um negócio. Contudo, esses objetivos estão mais ligados a um marketing estratégico, o qual se apoia no uso de ferramentas e processos automatizados e mais alinhados com o perfil do cliente moderno.

Neste artigo, apresentamos 5 ferramentas de marketing que certamente ajudarão você a melhorar as vendas da sua empresa. Continue a leitura e saiba quais são elas!

1. CRM

Hoje, os dados são elementos indispensáveis para a composição de qualquer estratégia de marketing. Assim, conhecer o cliente, entender as suas necessidades e dores, bem como traçar o seu perfil são ações essenciais para tornar os serviços/produtos de uma empresa mais alinhados ao consumidor e ainda mais atrativos.

Nesse ponto, a tecnologia dá um apoio extremamente relevante com o CRM. Essa sigla, que significa “Customer Relationship Management”, diz respeito a um sistema informatizado que é nutrido com múltiplas informações de clientes — antes durante e depois das interações com a empresa.

A ideia por trás do CRM é aprofundar o nível de conhecimento do negócio sobre os seus clientes, para que se possa otimizar as estratégias de marketing, aproximando-se ainda mais das demandas e do perfil do destinatário final das entregas.

2. Redes sociais

Outra ferramenta de marketing de grande destaque na atualidade é a rede social. Não há como negar que, em razão da massiva utilização, esse canal tornou-se indispensável para qualquer negócio estar presente nas mídias sociais.

Investir em presença online, sobretudo por meio das redes sociais, coloca a marca do negócio em contato com um público muito maior do que quando comparado às estratégias tradicionais de marketing. Além disso, é possível segmentar com mais eficiência os destinatários das campanhas de divulgação, alcançando não só mais pessoas, mas as pessoas certas.

Há diversas formas de explorar as redes sociais. A exemplo, é possível utilizá-las para a divulgação de promoções, serviços e produtos da empresa. Também podem servir como um canal de interação direta com o público, muito útil em pesquisas e coleta de insights. Do mesmo modo, fornecem conteúdo relevante para o público, por meio de publicações educativas e informativas, aumentando o engajamento com a marca.

3. Matriz SWOT

Apesar de o nome dessa ferramenta remeter a uma estratégia mais técnica, na realidade, a Matriz SWOT apresenta uma abordagem bastante simplificada no marketing. SWOT é o acrônimo de “Strengths”, “Weaknesses”, “Opportunities” e “Threats”, palavras que em bom português significam “Forças”, “Fraquezas”, “Oportunidades” e “Ameaças”. Na prática, essa técnica visa aumentar a capacidade de análise do negócio em suas ações de marketing, considerando variáveis importantes, tanto interna quanto externamente.

Em resumo, o objetivo é conhecer os pontos fortes e fracos da atuação da empresa, de modo que esse conhecimento seja útil no aproveitamento e geração de oportunidades, além de ser também uma estratégia para minimizar as ameaças que podem interferir nos resultados do marketing.

4. Google Ads

Anunciar na internet se tornou uma estratégia de marketing bastante adotada na atualidade. Como dito, a crescente utilização da web para as mais diversas finalidades fez dela um canal fértil para ações que visem alcançar um bom público, de maneira precisa e ágil.

Nesse sentido, um grande exemplo é a utilização dos anúncios pagos via Google Ads. Essa ferramenta permite que a empresa apresente anúncios em diferentes formatos, por meio da chamada Rede de Display do Google, que conta com milhões de sites e serviços parceiros, os quais alcançam cerca de 90% dos usuários de internet em todo mundo.

Entre as grandes vantagens do Google Ads para o marketing, podemos citar o custo mais acessível, quando comparado às mídias tradicionais, além do seu grande potencial de segmentação da estratégia.

Por meio do Ads, a empresa consegue recortar o público que visualizará os anúncios, considerando variáveis como localização geográfica, faixa etária, interesses e histórico de pesquisas no motor de busca do Google. Assim, é possível tornar as ações mais pontuais, aumentando as chances de resposta positiva do consumidor, especialmente quando se fala em vendas.

5. SEO

Quando se trata de marketing digital, SEO é um dos atributos mais importantes para a formulação de ações eficientes e que tenham mais notoriedade para o usuário.

A exemplo, a empresa que trabalha com vendas online necessita de visibilidade e estar em contato com mais consumidores, de modo que esse volume de acessos possa se converter em negócios. Para isso, no entanto, é preciso investir nas ações certas, como a disponibilização de um site esteticamente agradável, fluido e que seja condizente com o profissionalismo e qualidade da empresa.

É nesse ponto em que o SEO (Search Engine Optimization) é tão importante. Essa sigla traduz uma série de otimizações em páginas na web e oferta de conteúdo, considerando os atributos mais relevantes para os motores de busca na internet, como responsividade, qualidade do conteúdo, presença de Certificado Digital, entre outros.

Assim sendo, SEO aumenta as chances de que a empresa consiga posicionar melhor seu site, blog ou loja virtual no ranking de pesquisas do Google. Na prática, mais pessoas acabam acessando os serviços da empresa, já que eles são apresentados no topo das buscas, o que também aumenta a probabilidade de negócios.

6. Sistemas de automação

Hoje, ferramentas de automação assumem um papel importante dentro do contexto do marketing. Na era da informação, diferentes dados podem ser obtidos por meio de softwares — como é o caso do CRM — e diferentes plataformas, aprofundando o nível de conhecimento do negócio sobre os seus clientes e sobre o mercado.

Além disso, sistemas de automação também facilitam a integração de dados, pois trabalham de maneira muito mais ágil, dada a informatização dos processos. Dessa forma, a grande capacidade de processamento de dados dos computadores pode ser utilizada para compilar informações de maneira muito mais produtiva e rápida, gerando insights valiosos para o time de marketing da empresa.

Um exemplo de automação no marketing é a ferramenta RD Station, que automatiza e centraliza diversas features de marketing e vendas em uma única solução, através de integração com outros sistemas. Por meio dela é possível entender melhor a jornada do cliente, acompanhar o funil de vendas e conduzir os Leads pela estratégia, gerando mais negócios.

Por fim, as ferramentas de marketing são variadas, auxiliando os negócios em diferentes pontos da interação com o consumidor. Nesse sentido, líderes e gestores precisam estar atentos a esse tipo de recurso, modernizando o marketing do negócio, para manter a marca sólida, bem vista e convertendo mais interações em vendas concretas.

Gostou deste artigo? Assine nossa newsletter e receba conteúdos direto em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *