Dia da Internet Segura: confira dicas para reduzir os riscos de fraudes e ataques virtuais

Dia 11 de fevereiro é comemorado o Dia Internacional da Internet Segura, a data foi criada pela SaferNet Brasil, organização não governamental que reúne cientistas da computação, professores, pesquisadores e bacharéis em Direito, com intuito de conscientizar a população sobre o uso seguro e responsável das novas tecnologias. A data é celebrada por mais 140 países em prol da segurança online e promove diversas atividades ao redor do mundo.

Segundo Lucas Vieira, gerente de produtos da Soluti, a data é uma importante ação para a conscientização quanto ao uso correto e saudável da internet, seja no âmbito empresarial ou pessoal. Hoje, em razão da mudança de hábitos da sociedade e da constante utilização da tecnologia para o compartilhamento de informações e pequenas tarefas, os riscos também se intensificaram.

“Estamos praticamente 24 horas conectados, porém muita gente ainda desconhece sobre práticas que as colocam em risco na rede. Neste cenário, a cada dia surgem novas modalidades de crimes cibernéticos e os criminosos se aproveitam da distração dos usuários, por isso, é preciso ficar sempre vigilante e investir na segurança digital”.

Para Lucas, algumas ações básicas como uso de senhas, manutenção dos computadores e o uso da Certificação Digital, somadas a uma cultura de segurança da informação, reduzem significativamente os riscos como roubos de senhas, fraudes e exposição da privacidade. Confira abaixo as dicas selecionadas pelo nosso especialista:

Utilize senhas de segurança

A utilização de senhas de segurança é, sem dúvida, uma das ações mais básicas quando o assunto é segurança digital. Esse mecanismo, apesar de ter um funcionamento simples, quando utilizado em conjunto com outros métodos de proteção, apresentam uma grande eficácia na hora de identificar e proteger a identidade de usuários na internet, por exemplo.

Faça manutenção

Realizar a manutenção das máquinas utilizadas no armazenamento das informações é um dos quesitos mais importantes na segurança, principalmente, para as empresas. Em muitos casos, falhas nas máquinas estão relacionadas à presença de softwares e aplicações maliciosas, que fazem alterações no sistema e interferem no funcionamento do hardware. Por isso, é sugerido evitar o uso de dispositivos periféricos externos, como pendrives e HDs, além do download de programas e arquivos de fontes desconhecidas.

Use Certificado Digital

A Certificação Digital é uma das principais tecnologias utilizadas para a segurança digital, tanto para uso empresarial quanto pessoal. Já que utiliza dos modernos protocolos de segurança e da criptografia, além de toda a infraestrutura de chaves públicas envolvida na operação de um Certificado Digital, garantindo a proteção dos usuários.

Com o Certificado instalado localmente ou em um dispositivo móvel, o titular pode autenticar suas credenciais em diferentes sistemas, comprovando, com total rigidez e confiabilidade, que realmente é quem diz ser. Conforme a tecnologia se torna mais presente na rotina dos negócios, mais aplicações surgem com o uso do Certificado Digital, aprimorando diretamente a questão da segurança.

Certificado Digital em nuvem

Já o Certificado Digital em nuvem traz inúmeras facilidades aos usuários como mobilidade, segurança e rastreabilidade, possibilitando o acesso ao Certificado e a assinatura de documentos digitalmente por meio de múltiplos dispositivos móveis e computadores. Armazenado em HSM (Módulo de Segurança Criptográfico), de altíssima segurança, um Certificado Digital em nuvem como o Bird ID elimina a preocupação com danos físicos, roubos e perdas da mídia. Para seu uso utiliza-se o sistema de autenticação em duas etapas, a mesma tecnologia utilizada pelos grandes players, como Google, Facebook, Instagram etc.

A tecnologia facilita o cadastro e a autenticação em sites, reduz os investimentos e diminui os custos operacionais, pois todo o processo de validação é feito no ambiente eletrônico com validade jurídico.

Certificado SSL

Outro Certificado que ganha importância é o SSL (Secure Socket Layer), que tem o objetivo de fornecer segurança na comunicação entre a navegação do cliente no site e o servidor. O SSL permite que o aplicativo ou website que o cliente acessa se comunique de forma segura, através de uma camada de proteção adicional de criptografia entre o usuário e o servidor web que ele está conectado. Desta maneira, todos os dados são fornecidos de forma sigilosa, o que também inibe invasões, violação e falsificação de mensagens, por exemplo.

Tenha cautela com os e-mails

É muito comum a tentativa de ataques de cibercriminosos por meio de e-mails spam, por isso, é sempre indicado verificar o remetente e teor da mensagem. Embora os provedores de e-mail possuam sistemas de detecção desse tipo de fraude, nem sempre são totalmente confiáveis.

O indicado é ter atenção a todos os e-mails e anexos que chegam, apesar de simples, este tipo de cuidado pode evitar que o usuário execute programas maliciosos, infestando o computador com ameaças que podem causar rupturas à segurança da informação.

Mantenha antivírus atualizado

Ter um bom antivírus instalado em seu computador ou dispositivo móvel ajuda a detectar sites que contenham arquivos maliciosos, vírus, malwares ou indicação de riscos de ataques de hackers. Por isso, é importante sempre mantê-lo atualizado com pacotes de proteção mais novos.  Caso contrário, graves ameaças podem fazer parte da rotina de operações do negócio, sem sequer serem percebidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *