Por que integrar a assinatura eletrônica aos softwares hospitalares? Confira as vantagens

- Tempo de leitura: 8 minutos.

É impossível não notarmos a expansão tecnológica e digital nos ambientes de trabalho de maneira geral. No setor da Saúde não é diferente. Propostas inovadoras que estão disponíveis no mercado, como a assinatura eletrônica, abrem um leque de oportunidades.

De acordo com o estudo da International Data Corporation (IDC- 11-2020), empresa líder em inteligência de mercado, a transformação digital na área da Saúde é uma forte tendência. Os investimentos no setor na América Latina devem atingir US$ 1.931 milhões até 2022, o que equivale a R$ 10 bilhões.

Além disso, as empresas estão cada vez mais focadas das aquisições de soluções de Inteligência Artificial, com o objetivo de otimizar as demandas de trabalho. Com isso, há perspectivas de investimentos que cheguem a US$ 464 milhões, para casos de uso e aplicação de tecnologia, a exemplo das assinaturas eletrônicas. Continue a leitura e saiba mais.

Processo de digitalização nos hospitais

O processo de digitalização de documentos, ou seja, a conversão de arquivos físicos para o meio digital, já está presente em diversos setores de trabalho. Digitalizar documentos facilita o armazenamento e o gerenciamento dos dados, sendo um processo ao qual as empresas precisam se adaptar afim de manter a competitividade. E, com os hospitais não é diferente.

Com a proposta de não depender de papéis, a digitalização é ideal para não perder os prontuários de pacientes, por exemplo. Essa ação garante ainda o sigilo, especialmente agora com a LGPD, além de agilizar o processo para encontrar os arquivos.

Por meio dos processos de automatização é possível proporcionar um atendimento melhor aos pacientes, por exemplo, visto que todo o histórico de tratamentos e doenças está presente no ambiente digital. Com isso, o médico consegue realizar a consulta e o atendimento de forma mais ágil e eficiente.

Mais do que isso, a automatização oferece maior segurança ao trabalho de todos os colaboradores e médicos do hospital. Por meio dela, os prontuários médicos e histórico de cirurgias e tratamentos ficam armazenados de maneira segura.

Por que integrar assinatura eletrônica aos softwares hospitalares?

A assinatura eletrônica é considerada um método mais fácil de autenticar um documento digital. Com ela, portanto, não é necessário a assinatura manual e reconhecimento em cartório. Ela possui a mesma validade jurídica que um documento assinado de modo tradicional.

A assinatura eletrônica é uma espécie de senha, que é solicitada para concluir movimentações seguras, autorizar pagamentos, transferências, assinar contratos etc. Portanto, a integração entre as assinatura eletrônica e os softwares hospitalares permite que os profissionais rapidamente acessem tudo dentro de uma única aplicação. Ou seja, tudo ocorre dentro de um único ambiente virtual. Então, por exemplo, o médico pode realizar a consulta em formato online na plataforma de telemedicina para, em seguida, registrar o prontuário, gerar e assinar tanto a receita quanto o atestado.

Para integrar a assinatura digital a um software médico, a API é considerada o melhor caminho. O termo, que significa Interface de Programação de Aplicativos e se refere a uma ponte que conecta sistemas. Ou seja, ela estabelece conexões entre bancos de dados, softwares, sistemas e aplicativos com diferentes linguagens de programação, para permitir uma experiência de uso mais familiar aos usuários

A API oferece ao sistema segurança e adequação às normas da ICP-Brasil, atendendo aos padrões de assinatura estabelecidos, para que sejam cumpridas as rotinas dentro das regras sem preocupações. Tudo isso, de forma fácil e segura, com fluidez às atividades do usuário.

Tipos de Assinaturas Eletrônicas

Todo conjunto de dados eletrônicos que é associado a outro conjunto que necessite de autenticidade ou autoria com relação ao primeiro é considerado uma assinatura. Sendo assim, podemos definir como assinatura eletrônica a biometria, o login e senha e a assinatura digital. Isso porque todos eles identificam alguém.

Assinatura eletrônica simples

É a assinatura eletrônica sem Certificado Digital. Ela permite a identificação do signatário por meio da união de dois conjuntos de dados eletrônicos. Ou seja, ela se associa com dados como: CPF, PIN, biometria, senhas, token, geolocalização e e-mail.

Assinatura eletrônica avançada

Com a assinatura eletrônica avançada é possível aumentar o nível de segurança, pois ela é associada unicamente a seu signatário — por meio de um Certificado Digital corporativo. Ela é criada com dados que podem operar com controle exclusivo e relacionada a dados de tal forma que qualquer modificação posterior seja detectável. A validade jurídica desta assinatura é amparada pela MP 2.200-2/2001.

Assinatura eletrônica qualificada

Por fim, temos assinatura eletrônica qualificada, realizada com um Certificado Digital no padrão da ICP-Brasil e com nível máximo de qualificação. O Certificado é emitido por instituições credenciadas junto ao Instituto de Tecnologia da Informação (ITI), de acordo com as normas da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

Quais os benefícios do uso das assinatura eletrônica para as instituições?

Ter uma assinatura digital com Certificado Digital é essencial para tornar os processos mais ágeis dentro dos hospitais, reduzindo custos e otimizando o fluxo de trabalho. Confira a seguir as principais vantagens de validar documentos com esse tipo de assinatura.

Economia de tempo e reduz custos

A assinatura digital elimina, por exemplo, a necessidade de impressão de um documento físico para assinatura dos profissionais da Saúde, como atestados médicos e receitas. Ou seja, isso significa que o médico poderá assinar digitalmente a receita ou atestado para legitimar a veracidade da informação atribuída a ele.

Com isso, há benefícios tanto para os profissionais da Saúde quanto para os pacientes, que economizam tempo e dinheiro.

Otimiza o fluxo de trabalho

Há também ganho de tempo com a autenticação dos documentos online, pois, por meio dele, é possível tornar a cadeia de trabalho mais produtiva.

Opção sustentável

Além de ganhar tempo e poupar recursos financeiros, a assinatura digital também é uma alternativa sustentável para as empresas. Há menos documentos impressos e o gasto de papel e tintas também é menor. Com isso, a empresa preserva o meio-ambiente e ainda valoriza a imagem da marca diante do mercado.

Para garantir que os dados pessoais não sejam alvos de ataques, a implementação de Certificados Digitais é uma medida essencial de segurança.

Líder no segmento de Certificação Digital, a Soluti se destaca com soluções em Identidade Digital voltadas para o setor de Saúde, beneficiando empresas que priorizam tecnologia e inovação. Clique aqui e conheça o portfólio da Soluti.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *